Dia 0 – Chegada a Saint Jean Pied du Port.

Chegamos à Biarritz, depois de quase duas horas de atraso do voo e de mais de 10 horas de espera no aeroporto, o que não foi pior, porque nos proporcionou assistir ao jogo do Brasil no aeroporto. Ali eu descobri o quanto a França torce contra o Brasil e chegaram a suspirar em conjunto num ato de descontentamento sem fim, quando o Brasil ganhou. A cena foi bizarra e ao mesmo tempo  ser hilária ! Éramos três Brasileiros apenas e fica claro que nem torcer podíamos dado o silêncio sepulcral do ambiente.

Chegando em Biarritz, verificamos nossa bagagem e o único imprevisto foi a caixa de papelão da bike que se rompeu. Como havíamos colocado inúmeras outras coisas dentro da caixa, nossa preocupação era se haviam aberto (o que ainda acreditamos que foi o que aconteceu) ou se tinha sido apenas o transporte. O importante é que não sumiu nada, e o único problema passou a ser o transporte dela que ficou bem dificultado.

Aprendizado nr 1 :

Embalar a caixa da bike com plástico filme no serviço do aeroporto antes de embarcar. Isso teria mantido a integridade dela e dos equipamentos.

Aprendizado nr 2 :

Vale fazer uma alça com alguma fita resistente para poder ter uma pegada melhor na caixa, durante o transporte dela.

O trem para SJPP saia às 9:30 e eram 8horas, e resolvemos que não íamos esperar mais, até porque depois teríamos que achar o caminho entre a estação e o hotel, e de verdade precisávamos dormir.

Resolvemos pegar um táxi, o que foi muito bacana, porque naquele curto espaço de tempo aprendemos que existem 7 províncias bascas e que 3 ficam do lado da França e 4 do lado da Espanha. A língua basca é muito falada ainda, especialmente do lado espanhol, até porque lá existe a maior concentração de pessoas nas províncias. As placas todas que encontramos pelo caminho estão sempre na língua local em basco, que também aprendi, que nada tem a ver com o Espanhol e nem com o Francês. Outra curiosidade é sobre as casas que são todas brancas com janelas vermelhas. Por onde você anda, só encontra esse tipo de construção, o que faz dessas cidades um espetáculo à parte.

Chegamos no nosso hotel que era um exemplar magnífico de uma construção basca e fomos super bem recebidos pelo dono do local. Nosso quarto era uma graça, todo parecendo ter saído de um filme, com varanda lotada de flores e a linda vista para a cidade.

O nome do hotel, para quem quiser é Chambre d’Hôtes Garicoitz e fiz toda a compra pelo Booking o que funcionou super bem.

9horas, precisávamos jantar, e montar as bicicletas. O simpático senhor nos levou até o centro onde comemos uma bisteca ao lado de um rio que cota a cidade e comemos a tão recomendado torta basca! Talvez você não encontre mais nas outras paradas, por isso não perca essa oportunidade, é maravilhosa !

Voltamos caminhando pela pequena e linda cidade. Fazia aproximadamente 10 graus e chegando ao hotel o Gui foi montar as bikes antes de dormir.

Amanhã sairíamos para a próxima parada às 8da manhã e pedimos nosso café para às 7a.m.

Boa noite!

6 comentários sobre “Dia 0 – Chegada a Saint Jean Pied du Port.

  1. Boa tarde você poderia me dizer o valor do táxi,e o nome do hotel? Vou fazer o caminho é irei por Portugal e depois Biarritz!!! Obrigada

    Curtir

    1. Oi Sandra, claro, o hotel foi o Chambres d’Hôtes Garicoitz, e fechei pelo Booking. A passagem do taxi ficou em EU135, mas como disse no post, tínhamos um trem, mas com a greve não conseguimos. Do aeroporto de Biarritz tem um ônibus para a estação do trem (leva uns 20 min) fora o tempo de espera. O trem segue direto até SJPP. bj

      Curtir

      1. Obrigada, como vou sair de Belém PA,penso em entrar por Portugal e ir para Biarritz.Bom Caminho!!!

        Curtir

      2. Sandra essa foi nossa escolha, apesar de termos vindo de Paris. É relativamente perto de Biarritz (1 hora de taxi) e tem opção de ônibus e trem também 🙂 Boa viagem!!

        Curtir

    1. Oi Eliege, obrigada querida. Escrever na viagem é sempre um problema, porque acabamos tendo pouquíssimo tempo e deixamos faltar informações importantes como essa. Ficamos no hotel Chambres D’Hôtes Garicoitz, e reservei pelo Booking.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s